Promotor de Serra Talhada denuncia falta de estrutura policial

A Delegacia de Polícia de Serra Talhada, que atende a uma demanda populacional de cerca de 70 mil habitantes, dispõe de apenas um delegado de polícia, um escrivão e seis agentes, segundo levantamento estrutural enviado, no último mês, à Promotoria de Justiça daquele município pelo delegado regional. De posse desses números, o promotor de Justiça Criminal de Serra Talhada, Itapuan de Vasconcelos Sobral Filho, sugeriu, em peça encaminhada ao procurador-geral de Justiça, Francisco Sales de Albuquerque, no último dia 16, que seja criada uma nova delegacia de polícia no município para suprir as necessidades do local.

Dos 256 inquéritos policiais em andamento na delegacia, de janeiro de 2001 a dezembro de 2002, 101 referem-se a homicídios, dentre eles execuções sumárias. Itapuan Sobral Filho sugere também que seja criado um Instituto de Medicina Legal – que atenderia todo o pólo do Sertão do Pajeú -, uma vez que os exames cadavéricos que são realizados por médicos não-legistas “dificultam sobremaneira os trabalhos ministeriais”, afirmou o promotor.

Itapuan Sobral Filho solicitou ainda ao procurador-geral de Justiça que o secretário de Defesa Social, Gustavo Lima, seja oficiado para disponibilizar melhor estruturação à Delegacia de Polícia de Serra Talhada, a partir da lotação de mais delegados, agentes e escrivães de polícia.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /app/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 399

Deixe uma resposta