Ato público

 

A Articulação AIDS em Pernambuco promoveu, na última quinta-feira (26), uma passeata até o Ministério Público para exigir uma melhor assistência e prevenção em HIV/AIDS no estado.O Procurador-Geral de Justiça, Francisco Sales de Albuquerque, e o coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Defesa da Cidadania (Caop-Cidadania), o Promotor Westei Conde, receberem dos líderes do movimento um relatório sobre o tratamento dos doentes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e se comprometeram a ajudar na luta por tratamentos dignos aos doentes.

Sales de Albuquerque declarou que através do trabalho da Promotoria da Saúde será possível promover a exigibilidade dos direitos dos doentes que dependem do tratamento oferecido pelo SUS. 

No relatório entregue ao MPPE, são listados os diversos problemas do SUS como a falta de preservativos, de medicamentos para o tratamento de infecções oportunistas, de leitos nos hospitais e, principalmente, de um tratamento visando a humanização dos pacientes.

O Promotor Westei Conde destacou a importância do diálogo entre os grupos que lutam por melhores condições de tratamento dos doentes e o Ministério Público, o que ajuda a instituição a cumprir o seu dever de exigir do Estado que os direitos da população sejam respeitados. 

 


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /app/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 399

Deixe uma resposta