Casa de Semiliberdade II recebe primeiras reformas

Os adolescentes que vivem atualmente na Casa de Semiliberdade II (Casem II), na rua Fernandes Vieira, devem ganhar, em breve, um local mais habitável para passar as noites.

O Ministério Público de Pernambuco e o Governo do Estado estão articulando um acordo para melhorar as condições físicas do prédio, providenciando novas instalações e reformando os cômodos, onde os jovens que cumprem pena socioeducativa dormem.

No último dia 16 de agosto, a Promotora de Justiça de Defesa da Infância e da Juventude, Katarina Gusmão, ingressou com uma ação civil pública, pedindo a interdição da Casem II e a transferência dos seus habitantes para outro estabelecimento com melhor estrutura para abrigar adolescentes.

Na época, os técnicos do MPPE encontraram a casa sem condições de habitabilidade, com banheiros quebrados e objetos cortantes espalhados pelo chão.

O Centro de Apoio Técnico de Engenharia do MPPE realizou, hoje (9), uma vistoria no local e constatou que algumas irregularidades já foram sanadas devido a reformas emergenciais. “Os quartos onde os meninos dormem agora contam com ventiladores e estão pintados.

O banheiro também foi consertado e pintado”, informou o arquiteto Artur Guerra, responsável pelas vistorias no local.

Ele, porém, alertou para os problemas que ainda não foram solucionados. “O ponto mais crítico, que merece atenção especial, é a instalação elétrica, pois expõe os moradores a perigo de morte. Além disso, é preciso conter o vazamento de esgoto existente na cozinha do prédio”, declarou.

A Promotora Katarina Gusmão informou que o acordo prevê a mudança dos adolescentes da Casa de Semiliberdade II para um novo estabelecimento dentro de 6 meses. “Por enquanto, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania se comprometeu a fazer as melhorias necessárias no Casem II”, esclareceu a Promotora.

Dentro de onze dias, outra vistoria será realizada para verificar o andamento das reformas.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /app/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 399

Deixe uma resposta