MPPE define uma gestão compartilhada entre as Prefeituras do Recife e de Jaboatão

As Prefeituras do Recife e Jaboatão fecharam um acordo, intermediado pelo Promotor de Justiça do Meio Ambiente de Jaboatão, do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Flá

vio Falcão, para a criação de uma gestão compartilhada no Lixão, que também passará a se chamar Aterro Sanitário da Muribeca. O acordo foi firmado, na Secretaria de Desenvolvimento do Estado, e estavam presentes o Prefeito do Recife, João Paulo, o Prefeito de Jaboatão, Fernando Rodovalho, e o Secretário de Desenvolvimento do Governo,  Sérgio Guerra.

No encontro, ficou acertada a criação de um Conselho formado por representantes das duas Prefeituras e do Governo do Estado para gerir os destinos do Lixão. Além do Conselho, foi criada uma  Superintendência, a cargo da Prefeitura de Jaboatão, enquanto a Prefeitura do Recife fica com a Superintendência-Adjunta. Completando o organograma, o Governo nomeará o gerente-técnico, Jaboatão, o administrativo, e Recife, o financeiro.

A disputa entre Recife e Jaboatão pelo controle do Lixão da Muribeca começou em março deste ano. A confusão teve início quando Fernando Rodovalho criticou a gestão atual do Lixão (Prefeitura do Recife), afirmando que os dejetos são despejados de forma indevida. Em contrapartida, João Paulo afirmou que Rodovalho se precipitou ao sancionar a lei de resí

duos sólidos e a colocou em prática.

Logo após iniciada a disputa, o MPPE passou a intermediar as negociações elaborando um Termo de Compromisso, onde as duas Prefeituras teriam um prazo para discutir as ações relativas ao Lixão.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /app/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 399

Deixe uma resposta