Afrânio: Promotora apura supostas irregularidades em concurso

O Ministério Público de Pernambuco instaurou, no último dia 30, procedimento de investigação preliminar com o objetivo de apurar supostas irregularidades na convocação de candidatos que realizaram concurso público para preenchimento de vagas na Secretaria de Educação da cidade de Afrânio.

O fato foi denunciado à Promotora de Justiça Cláudia Ramos Magalhães por um ex-vereador da cidade que alegou haver indícios de favorecimento de concorrentes simpatizantes do atual prefeito, Adalberto Cavalcanti Rodrigues, que foram convocados em detrimento de outras pessoas que obtiveram boa classificação no certame.

A Promotora requisitou à Empresa HPL Consultoria Ltda, responsável pela realização do concurso, o envio de exemplares das provas aplicadas, bem como dos gabaritos e das folhas de respostas. Quanto à prefeitura, esta já enviou ao MPPE a relação dos candidatos e de suas respectivas notas e a lista com os nomes dos membros que compuseram a banca examinadora. “Além disso, oficiarei o Tribunal de Contas do Estado para que informe se há algum caso anterior de irregularidade envolvendo a empresa”, afirmou Cláudia Ramos que, na próxima segunda-feira (19), estará ouvindo os membros da comissão de avaliação do processo seletivo designados pelo Município


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /app/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 399

Deixe uma resposta