Assassino de Amanda Beatriz será julgado nesta terça-feira

30/03/09

O promotor de Justiça André Rabelo representa o Ministério Público de Pernambuco, na manhã desta terça-feira (31), na acusação de Geison Duarte da Silva, que em janeiro de 2007 estuprou e assassinou a socos e pontapés a estudante Amanda Beatriz de Oliveira, de 16 anos, no apartamento 303 do edifício Santa Emília, na Avenida Manoel Borba, bairro da Boa Vista. O cúmplice Thiago Alencar não vai a julgamento porque sua defesa conseguiu levar o processo para Brasília.

Durante sessão presidida pelo juiz de Direito Pedro Odilon de Alencar Luz, que acontece no primeiro andar do Fórum Thomaz de Aquino, no bairro de Santo Antonio, a partir das 9h, André Rabelo vai adotar uma linha de acusação para demonstrar que tanto Geison quanto Thiago são culpados dos crimes de homicídio quadruplamente qualificado, estupro, atentado violento ao pudor e ocultação de cadáver.

A princípio, os dois rapazes confessaram participação nos crimes. Depois, orientado pelos advogados, Thiago Alencar negou ter participado diretamente dos crimes, chegando a argumentar que pensou em defender a moça, mas não o fez porque Geison era muito mais forte que ele.

O crime chocou a cidade pelos requintes de crueldade como foi perpetrado. Depois de morta, a estudante teve seu corpo enrolado numa rede, coberto por argamassa e escondido num cesto de roupas. O cadáver foi descoberto pela polícia em adiantado estado de putrefação, depois que o assassino resolveu confessar o crime.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /app/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 399

Deixe uma resposta