MPPE investiga água mineral em Aliança

A Promotora de Justiça, Rosângela Furtado Padela Alvarenga, instaurou Procedimento de Investigação Preliminar para apurar as irregularidades no engarrafamento dos botijões de água mineral em  Aliança. De acordo com a Promotora, a comercialização dos garrafões está se dando em larga escala, com o rótulo incorreto e sem  constar a data de fabricação. “Será investigado se existe engarrafadora legalizada e devidamente equipada para a produção do produto”, disse Rosângela Furtado. Ela solicitou o Sindicato da Indústria de Engarrafamento de Água Mineral de Pernambuco cópia do registro e autorização para funcionamento da Fonte Nascente do Bamba, no Engenho Jardim, Aliança.

A Vigilância Sanitária do Estado deverá também realizar inspeção nos locais de engarrafamento e enviar a cópia do laudo pericial realizado na água engarrafada. Após as investigações, caso sejam comprovadas as irregularidades, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) irá propor Termo de Ajustamento de Conduta para regularizar o engarrafamento daquele produto em Aliança.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /app/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 399

Deixe uma resposta